quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Fialmente, o post final.

Ninguém vai ler este post, não há razão para o fazer porque já não existe a Pipa em Itália. A Pipa regressou há mais de 8 meses a Portugal, mais tempo do que esteve em Itália.

Estes 8 meses comparados com os 6 em Italia são pequenos, insignificantes, até dolorosos.

Quando em Setembro do ano passado escrevi no meu perfil "vamos la ver os estragos que esta aventura vai fazer" não pensava que isso acontecesse mesmo. Estragos.

Existe mesmo uma Pipa pré-Itália e pós-Itália. Existem recordações tão fortes que ainda cheiro, ainda vejo, ainda ouço, ainda sinto o calor e o frio de cada dia vivido lá. Parece uma outra realidade ou uma outra vida o que vivi em Itália.
Nada que escreva conseguirá definir o que tenho dentro.

Foram simplesmente os 6 meses melhores da minha vida.

Italia, per sempre!


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Carnevale de Venezia

Veneza é única, todos o sabem.

Pelos canais, gôndolas e a lindíssima Praça e Basílica de São Marcos.
Sempre tive imensa curiosidade em visitar e perceber como ruas podem ser canais, mas passar um Carnaval em Veneza sempre me pareceu coisa de elites...


Pois dei comigo no meio de máscaras maravilhosas, trajes riquíssimos, fotógrafos, turistas e vendedores ambulantes.



Juras de Amizade, ou não fosse esta 'A cidade romântica'.


O Carnaval de Veneza tem origem no séc. XI e as suas fantasias e máscaras surgiram como oportunidade de transgressão das regras sociais. Naqueles dias de festejos não se sabia quem era quem, quale o sexo ou se era bonito ou feio. 'Venezia era il centro europeo del divertimento, delle feste, degli amori.'

São comuns os relatos de abusos praticados atrás das máscaras durante e depois do Carnaval de Veneza: desde a mais ingénua tentativa de sedução até o adultério; de pequenos furtos até homicídios. As autoridades proibiram o uso das máscaras no início do século XVII.

Quase desapareceu no século XIX, mas foi reavivado e hoje atrai centenas de pessoas que como nós, não tiveram medo ao frio ou às inundações frequentes da Praça de São Marcos.


Estava realmente frio e húmido, sei que com sol e menos gente teria outra beleza, não esta também me encantou!



O que não se vê são as belas mansões e palácios do Gran Canale que organizam luxuosos bailes, regados a champanhe e animados por ruidosas orquestras. A alta sociedade internacional, afastada do burburinho das ruas, comparece aos salões dos hotéis de luxo, decorados a cada ano com temas retirados das óperas de Verdi.


Afinal a neblina também é fascinante, não se sabe donde pode aparecer outra gôndola...

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Dentro dos muros de VERONA

CARNAVAL


Fim de semana de Carnaval, fomos a Verona e Veneza. NÓS, que estamos em dezenas de fotos, somos:





Cristina, Francesco, Vy, Antonio, eu e a Marta, irmã do Francesco. (A Rosana tirou a foto)

Quando chegamos o desfile já tinha começado, mas durou até ser noite. Bastante animado com muitos figurantes e mirones, muitas cores e música, foi pena o frio...



Pleasant Verona! A arena da cidade, também tem portas romanas, muitas igrejas e torres, uma arquitectura bastante rica... e foi algures nestas ruas que os Montecchio e os Capuleto se debateram....

William Shakespeare

Romeo & Juliet






« There is no world without Verona walls,
But purgatory, torture, hell itself.»




« Oh, where is Romeo?...
Tut, I have lost myself,
I am not here;
This is not Romeo, it's some other where. »





Vimos o pátio da casa da Julieta, a sua varanda e a a Casa-Museu por dentro. O pátio estava cheio de turistas que tiravam fotografias e escreviam ou colavam juras de amor nas paredes.
















A Varanda de Julieta vista de fora e de dentro, tantas Julietas...
Um jantar prolongado bem merecido e aquecido pelo vinho de Veneto (região onde se localiza Verona e Veneza).
Ficou-me a vontade de voltar, pelo menos para ver esta cidade com Sol, porque a Casa de Julieta fica bem vista zero vezes quanto mais duas... :)




Ah! Antes de dormir, um bom bolo crocante de Nutela da MulinoBianco (O PingoDoce e o Continente deveriam começar a importar tudo que fosse desta marca, e os portugueses seriam bem mais felizes)

domingo, 3 de fevereiro de 2008

San Geminiano_31 Gennaio

San Geminiano: Padre e Patrono del Popolo Modenese.

Nel 1099 il popolo modenese unanimemente (Clero e cittadini) decideva di ricostruire il tempio per custodire la tomba del Santo Patrono. Per questo, il Duomo è chiamato "CASA DI SAN GEMINIANO" e per questo la Cattedrale modenese, che costituisce uno dei piu importanti tasselli della cultura romanica in Europa, dichiarato dall'UNESCO "Patrimonio dell'Umanità", è così caro ai cittadini modenesi, così importante per la storia della fede delle terre emiliane e per la cultura italiana ed europea.

E por ser tão adorado pelos modeneses no dia 31 de Janeiro a Praça do Duomo e todo o centro enche-se de barracas de venda de queijo, salames e presuntos, aventais, piadinas com salsicha e rúcula, robôs de cozinha, doces silicianos e torrões gigantes, pães com 9,5kg, cestos e estátuas made in Camarões.







Quando cheguei das férias de natal a torre do Duomo, a famosa Ghirlandina ,estava coberta para restauro:
Attualmente la torre è in restauro:i lavori, cominciati in dicembre 2007, dovrebbero terminare a inizio 2010. Durante la ristrutturazione, le impalcature sono state coperte da teloni di arte astratta del famoso scultore Mimmo Paladino.
La scelta della copertura artistica ha destato diverse perplessità e polemiche a livello cittadino, dovute al costo dell'operazione e all'opportunità della stessa.
Estratto da "http://it.wikipedia.org/wiki/Ghirlandina"
Perplexidade e polémica pois como se vê pela foto nao é um painel que corresponda às expetativas, e durante algumas semanas os modenes olharam com tristeza para a torre, mas como tudo: primeiro estranha-se e depois entranha-se...

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Em Trento na Neve

Trentino-Alto Adige, em alemão Trentino-Südtirol, é uma região situada no nordeste da Itália, com 990 mil habitantes e 13 607 km², cuja capital é Trento.
Tem limites ao norte com a Áustria (Tirol e Salzburg), ao sul e leste com o Vêneto, a sul e oeste com a Lombardia, a oeste com a Suíça.
Pela descrição percebe-se que é bem a Norte, e com o Norte vem frio, e com o frio a NEVE!
Neve, montanhas, pinheiros, casas tirolesas, igrejas, campanários, pistas de ski, de ski de fundo, de ciaspolate*...

Porque não dar uma occhiatta:

Partimos a meio da manha, a viagem fez-se tranquila, com algumas paragens, chegamos e o sol ainda se reflectia na neve, iluminava os pinheiros e aquecia o carro.

As montanhas são realmente grandes, receio que não se percebe bem nas fotos, mas como enfiar tamanha grandiosidade em 1,38Mb?





O albergo ficava em Luserna, Trento e parecia decorado para bonecas habitarem, fizemos um pequeno passeio pela aldeia, não estava frio, pelo menos aquele frio que eu esperava, 9o... in somma... non `e male...








Jantei um prato típico tirolês, polenta (papas de milho), goulash (pedaços de carne de vitela estufada) , due palle (duas bolas... ups! de pão, bacon, queijo, feitas em salsa e burro) e funghi porcini (colgumelos porcini do bosque).

Acompanhado evidentemente de vinho e no final um strudel morno (nao muito bom, daquele congelado e mal aquecido), no final grapas de vários sabores, MonteNegros, enfim! digestivos!


Como `e óbvio, depois deste repasto: uma boa caminhada se não dava congestão na certa...


Manha cedo depois de una colazione energética caminhamos ate as pistas onde calcamos as nossas: *ciaspole* aquele tipo de raquete que permettono di muoversi sul manto nevoso senza sprofondare e senza scivolare. (sem cair e sem escorregar) e partimos para a minha primeira *ciaspolata*





























Palavras para quê!!!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Bene ReTornata!

Stazione di Milano Centrale
"La prima volta a Milano C. ti domandi: ma è Centrale o Cattedrale? Luogo di culto ferroviario" alguem escreveu... e é realmente um monumento belissimo! data de 1931 e é maioritariamente Liberty e ArteDeco.

Foi esta linha que me levou de novo à minha Modena, a minha casa, e a tudo o que considero meu nesta Italia...
Estou um pouco sofrega para aproveitar estes ultimos tempos cá, porque sei que passarão rápido e que cada momento vai ser recordado, por isso há que vive-los bem se não me quero arrepender...





De comboio rumo a Modena, restava alguma neve na planície emilia-romagna e quando cheguei: : PIZZA!!! como não podia deixar de ser...


(Bacalhão veio na mala... e duas de Porto...)



O trabalho recomeçou, mas com uma nova energia!!
Os amigos também cá estavam, e recomeçaram os aperitivos, alguns jantares ou seratas animadas...



A estrela cadente esteve na praça por mais uma semana, e as saudações de ano novo ouvi-as por mais 15 dias!
Auguri! Buon Anno!

Tutta mia la citta

Segunda-feira as 7:49 entrei no autocarro ATCM número 9 com direcçao CittaNuova (Modena Oveste), passei pelas caras conhecidas e sentei-me. E começou:



Afinal a música italiana nao são só as baladas dos clássicos, Eros Ramazzotti e Laura Pausini...

No, non verrai l'orologio nella strada ormai corre troppo per noi
So dove sei tu non stai correndo qui da me sei rimasta con lui.
Le luci bianche nella notte sembrano accese per me
è tutta mia la città
Tutta mia la città un deserto che conosco
tutta mia la città questa notte un uomo piangerà

No, non verrai fumo un'altra sigaretta e poi me ne andrò senza te.
Porto con me un'immagine che non vedrò tu che corri da me da un'automobile che passa qualcuno grida va a casa
è tutta mia la città
Tutta mia la città un deserto che conosco
tutta mia la città questa notte un uomo piangerà

Tu non ci sei io mi sono rassegnato ormai tu non eri per me
Tu sei con lui cosa importa io non soffro più forse è meglio così.

Forse è meglio così... Talvez seja melhor assim...